Aumentar fonte:

Retomada da confiança na economia já impacta positivamente a dívida, diz Guardia

Secretário executivo do MF fala no 2º dia do Seminário da Dívida; Martin Raiser, do Banco Mundial, encerra o evento

As reformas estruturais – principalmente a tributária e a previdenciária – e as medidas para aumentar a eficiência econômica foram o foco da palestra do secretário executivo do Ministério da Fazenda, Eduardo Guardia, ao abrir o segundo dia do 1º Seminário Internacional da Dívida Pública. Em seu discurso nesta sexta-feira, na Esaf, Guardia afirmou que essa agenda de crescimento já está dando resultados. "Já permitiu ao país recuperar a confiança na política econômica. Isso traz um impacto positivo sobre a dívida pública", afirmou ele.

O seminário contou nesta sexta com três painéis – "Aspectos da interação entre política monetária e gestão da dívida pública", "Mercado de títulos públicos" e "Passivos contingentes e o endividamento de subnacionais". Otaviano Canuto, do Banco Mundial, também proferiu palestra. No encerramento, o diretor do Banco Mundial para o Brasil, Martin Raiser, sumarizou os principais pontos de cada um dos seis painéis realizados nos dois dias. "A ideia de fazer seminários como esse é trazer as discussões para o dia a dia e a sociedade", afirmou Raiser.

Leia a íntegra do discurso da secretária do Tesouro, Ana Paula Vescovi, feito na abertura do evento.  

Leia a análise sobre a solvência e a sustentabilidade da dívida publicada pelo Tesouro por ocasião do seminário.